Drenagem

A drenagem linfática é uma técnica de massagem manual desenvolvida nos anos 30 pelo terapeuta dinamarquês Vodder, e sua esposa, com o objetivo de tratar afecções crônicas das vias respiratórias superiores.
Percebendo que seus pacientes sofriam de retenção de líquidos e apresentavam os gânglios linfáticos alterados, Vodder começou a tratá-los com massagens que estimulavam tais gânglios, atingindo boa taxa de sucesso.

Com a drenagem linfática, os líquidos entre os tecidos são devolvidos ao sangue através da circulação linfática. Os movimentos da drenagem linfática são suaves e precisos, em forma circular e espiralada. Hoje em dia a drenagem linfática pode ser manual ou por aparelhos.

Quais são as outras aplicações da drenagem linfática?

  • A drenagem linfática tem aplicação na absorção de vários tipos de edemas, principalmente em casos de linfoedemas resultantes de diminuição da capacidade de transporte do sistema linfático. A drenagem linfática estimula a regeneração dos tecidos e tem aplicação no tratamento de celulite pela eliminação de líquidos. Drenagem linfática também poderia melhorar o sistema imunológico ao estimular a produção de linfócitos na zona cortical dos gânglios linfáticos. Além disso, a drenagem linfática tem ação relaxante e tranqüilizante.